Guerra às lêndeas!

Guerra às lêndeas!

Nos centros SEM MAIS PIOLHITOS é muito frequente ouvirmos dos pais cansados a frase: “Os piolhos ainda vou conseguindo eliminar em casa, o problema são as lêndeas!” É bem possível que após retirar todos (ou quase todos) os piolhos, ainda haja lêndeas (os ovos dos piolhos) no cabelo do seu filho. São essas lêndeas que vão gerar nova infestação de piolhos dentro de alguns dias…

Como pai ou mãe, o sentimento de impotência relativamente aos ovos pode ser grande, especialmente se a infestação for severa e difícil de tratar. Reconhecer e detectar lêndeas no cabelo do seu filho é essencial para determinar se a infestação dos piolhos acabou ou não. As lêndeas resistentes são frequentemente a causa de uma infestação persistente de piolhos. Não é fácil detectar os ovos de um piolho, é preciso muito trabalho e disciplina. Afinal, é em parte por causa da sua aparência, que as lêndeas são tão difíceis de encontrar.

 

Mas como é que são as lêndeas? Como pode reconhecer as lêndeas no cabelo? Como tirar as lêndeas?

  • As lêndeas são muito pequenas. O seu tamanho pode ser inferior a 1 mm, por isso pode facilmente não conseguir vê-las. A sua cor pode variar, dependendo da sua fase de desenvolvimento e até se ainda estão vivas ou não.
  • A distância a que se encontram do couro cabeludo também diz muito sobre as lêndeas. As lêndeas que estão perto do couro cabeludo são geralmente lêndeas vivas, recentemente depositadas por piolhos fêmea. As lêndeas mais afastadas do couro cabeludo são mais antigas e as suas cápsulas encontram-se mais frequentemente vazias.
  • Outra característica típica das lêndeas é que elas se agarram ao cabelo. Por isso, é fácil determinar se são lêndeas ou caspa. A caspa não se cola ao cabelo, e por vezes cai sobre os ombros com o movimento do cabelo. As lêndeas, por outro lado, estão coladas e são mais facilmente removidas com um pente metálico ou mesmo manualmente, inspeccionando madeixa a madeixa e eliminando todos os ovos.
  • Quando há muitas lêndeas torna-se difícil assegurar que todas estejam mortas, mesmo depois do tratamento. Sabemos que enquanto uma lêndea viver, a possibilidade dela gerar um piolho é elevada. Por isso é que no nosso centro só consideramos que a pessoa está tratada quando removemos a última lêndea, do último fio de cabelo inspecionado.

 

Qual a vantagem do nosso tratamento profissional face ao comum tratamento doméstico?

  • Formação técnica – os nossos profissionais conhecem o ciclo de vida do piolho e a importância da eliminação de todos os ovos dos piolhos durante o tratamento. Para além disso, sabem onde procurá-los. Também é fundamental distinguir uma lêndea da desidratação capilar, da descamação do couro cabeludo ou das reações alérgicas.
  • Equipamento profissional – após a aspiração do cabelo, usamos um pente profissional (em aço microcanelado) para remover as lêndeas. A mestria com que manipulamos este pente é fundamental para descolar as lêndeas do cabelo, e depois para as arrastar desde a raiz até às pontas. A terceira fase do tratamento também inclui mais equipamento que não existe em casa: usamos uma lupa led de 5 dioptrias para inspecionar o cabelo madeixa a madeixa, e assim retirar as lêndeas visíveis mais persistentes.
  • Revisão de tratamento – 7 dias após o tratamento oferecemos ao cliente uma revisão grátis. Durante esses 30 minutos adicionais, removemos os ovos que antes eram microscópicos, e que entretanto tiveram tempo para crescer e tornar-se visíveis. Só após a revisão podemos garantir o sucesso do trabalho iniciado uma semana antes.

Ouvimos muitas vezes os pais dizerem que o filho está sempre a apanhar piolhos. Isto pode significar que está sempre a ser contagiado por piolhos de outras cabeças ou que em cada tratamento realizado em casa sobrevive um grupo de lêndeas que dentro de dias se vai transformar em piolhos e mais tarde procriar e disseminar-se.

Marcações para tirar piolhos e lêndeas

Porto 938 386 825 | Braga 930 487 512 | Maia 911 751 229 | Vila do Conde/Póvoa de Varzim 910 171 605 | V. N. Gaia 938 386 827